domingo, 22 de novembro de 2009

RELATÓRIO DO EDITORIAL DE Débora Cesana

Quem faz um poema abre uma janela.
Respira, tu que estás numa cela abafada,
esse ar que entra por ela.
Por isso é que os poemas têm ritmo
- para que possas profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado
Mario Quintana


reconhecimento do local

jo- vladi- ale- jéssica-debora-rebeca- a mãe de rebeca- a russa alina-valeria-o assistente de vladi...
trechos dos mil email de Débora:
tenho que colocar saia de tule, sem aparecer, embaixo daquele vestido verde água.
ou tou tou de bailarina.
as meias podiam ser tons claros, amarelado, rose, azul e verde bebe, ok?
existe aquelas meias rendadas, vou procurar.


tenho que colocar saia de tule, sem aparecer, embaixo daquele vestido verde água.
ou tou tou de bailarina.
as meias podiam ser tons claros, amarelado, rose, azul e verde bebe, ok?
existe aquelas meias rendadas, vou procurar.

Making Of Editorial Débora por Rebeca Hensel

Um comentário:

jo souza disse...

agradecimentos: lara - do segundo semestre A, Valeria sexto semestre d egestão- Carla borega.

Postar um comentário

Obrigada

um abraço,
jo