sábado, 25 de abril de 2009

Exposição Gatos e Sapatos

Inspirado no filme "A Fantástica Fábrica de Chocolate" que conta à história de um excêntrico empresário que decide sortear cinco crianças para conhecer sua fábrica. O sapato simboliza os doces, as cores e as vibrações mostradas ao longo do filme. Materiais utilizados na confecção: Couro, camurça, verniz e salto de madeira.
Os sapatos sempre exerceram um grande fascínio na sociedade. Existem evidências de que o homem usou o primeiro calçado por volta de 10.000 a.C. Alguns afirmam que eles foram inventados na Mesopotâmia (território dos atuais Irã e Iraque). Os faraós os usavam adornados de outro. Já os gregos ousavam, calçando um modelo diferente em cada pé.

O sapato é símbolo de fetiche, poder e sedução. É o que vemos desde os contos de fada, como Cinderela e seu sapato de cristal. O sapato exerce fascínio no imaginário social, envolvendo todo um mercado consumidor, além de admiradores, colecionadores, apaixonado por sapatos.

Os sapatos são, portanto, protagonistas. Eles carregam metaforicamente o caminhar da história humana. Ao longo da vida, os escolhemos como uma companhia. E, quando ficamos mais maduros, priorizamos o conforto.

Pensando em homenageá-los, os alunos do sétimo semestre de gestão em moda do curso de Moda/FMU organizaram a exposição Gatos e Sapatos. A exposição Gatos e Sapatos apresenta ao público o potencial criativo do aluno do curso de moda. Ele se envolve partir de um recorte temático, da delimitação do conceito, da escolha e pesquisa de materiais, da montagem e modelagem até a execução do protótipo da peça desenhada.


Evento:Exposição Gatos e Sapatos
Data: 30 de abril a 17 de maio
Horário: das 10:00hs às 22:00hs
Local: Shopping Frei Caneca ( piso TS)
Endereço: Rua Frei Caneca, 569 – Consolação
E-mail: expoacessorios@grupos.com.br
SAIU NA MÍDIA...

DIOR

Martins lança livro de moda e estilo do estilista Christian Dior

O Pequeno Dicionário de Moda, organizado sob a forma de verbetes temáticos, foi publicado inicialmente em 1952, como uma série de artigos para a revista inglesa Woman’’s Illustrated que, ciente das restrições econômicas do pós-guerra que enfrentavam suas leitoras, oferece conselhos práticos para cada uma das palavras-chave selecionadas pelo estilista.Dior percebe as necessidades das mulheres de sua época e dá dicas práticas e econômicas para este público com orçamento mais modesto. Com a compilação dessas publicações, originalmente ditadas a seus colaboradores, o estilista reformula e edita o manual, publicando-o em 1954. Este é o primeiro dicionário de moda de que se tem conhecimento. Nele, o costureiro deixa claro que, longe de estar reservada apenas a uma elite afortunada, a elegância está ao alcance de todas as mulheres, sem despesas excessivas, bastando adotar as regras básicas da moda e escolher as roupas que combinam com a sua personalidade.Mais do que um dicionário de moda, este livro é um tratado de elegância - esta, sim, atemporal.Christian Dior (França, 1905-1957). Interessado em artes plásticas, freqüentou ateliês de pintura e desenho em Paris e acabou se destacando por sua habilidade em desenhar roupas. Em 1947, apresentou sua primeira coleção, New Look, e revolucionou a arte de vestir com sua proposta de glamour e feminilidade. Criou o estilo dos anos 50 e permanece como ícone da moda e símbolo de sofisticação.O Pequeno Dicionário de ModaAutor: Christian DiorTradução: Luciana GarciaISBN: 978-85-61635-16-9Nº de páginas: 136Preço: R$ 19,80

terça-feira, 21 de abril de 2009

MODA E ESTILO CONTEMPORÂNEO : AULA DIA 22/04

Apresentação do dia 29/04 será no 06/05

•Apresentação do dia 06/01 será no dia 11/05 ( segunda-feira) – teremos 4 aulas (50, 60, 70)

•Sendo assim, as aulas de segunda-feira do dia 11/05 serão comigo :


08/05 – segundo tempo prof. Cesar (sexta-feira)
29/04 segundo tempo Nilzeth ( quarta-feira) – adiantar o projeto


LEMBRAR:
•Entregar no dia da apresentação o trabalho escrito com o cd – seguir roteiro no blog.
•40 minutos - duração
•Na apresentação oral devem ser apresentados Somente 2 desfiles nacional e internacional ( máximo 15 minutos) e 25 minutos de explanação.

  • Aprofundar as referências dos 4 desfiles no Cd –
18/03 - aula 6 OK anos 20
GRUPO1: CHANEL e CORI com Simone Pires, Paula e Viviane
25/03 - aula 7 OK anos 20
GRUPO 2: ARMANI MASCULINO e RICARDO ALMEIDA César, Gabriela e Renata
•01/04 - aula 8 OK anos 30

GRUPO 3:VIVIENNE WESTWOOD e LINO VILLAVENTURA com Michele riveli, Priscila e Stephanie
•08/04 - aula 9 OK anos 40

GRUPO 4:YOHJI YAMAMOTO e RONALDO FRAGA com Michele Gomes, Tamy e Yasmin


•22/04 aula 10 – terminar anos 40
GRUPO 5:JOHN GALLIANO e NEON com Kátia, Luciane e Letícia
•06/05 – aula 11 - anos 50

GRUPO 6:DOLCE & GABBANA e marca do RJ com Bruna Fortes, Mariana Alves e Daniella
•11/05 aula 12 – anos 50
terminar, 60 e 70 ( 4 horas )
GRUPO 7: ALEXANDER MCQUEEN e ELLUS com daiane e meilane
•13/05 aula 13 – anos 70 e anos 80
GRUPO 8:HUSSEIN CHALAYAN e GLORIA COELHO com Claudiana, Jéssica e Luiza
•20/05 aula 14 – anos 80 e 90

GRUPO 9:NARCISO RODRIGUEZ e ANDRÉ LIMA com Mariane, Renilde e Rúbia
•27/05 aula 15 – anos 90

GRUPO 10:STELLA MCCARTNEY e OSKLEN com Leonor, Fabiana e Aline GRUPO 11: Mirian


Atividade complementar1: Ir a exposição dos editoriais ( abertura 06/05) na Reserva Cultural ( Av. Paulista, 900). Assistir ao filme em cartaz ( anexar bilhete do cinema) –
Entregar 20/05 para Luiza
O relatório (texto) deverá conter os argumentos: conexões com o editorial escolhido mais o filme e a relação com a re-leitura do período da moda no qual eles foram inspirados. (Poderá conter 2 imagens).
Filmes em cartaz na Reserva Cultural: (Che, Tony Manero, Divã, Honey Dripper, Entre os muros da Escola, O equilibrista, Valsa com Bashir ou outro)

Ir em Grupo para enriquecer as observações

•Atividade complementar 2: participação/engajada na exposição dos acessórios ( abertura dia 30/04 ) no Shopping Frei Caneca. "elaine monte cipullo" ela.m.c@hotmail.com ( responsável)

• O relatório (texto) deverá conter os argumentos: conexões com 3 sapatos escolhidos da exposição, qual o tema da pesquisa do sapato escolhido? Qual as características do período da moda? Como foi feita sua re-leitura? Descrever materiais, formato, cores (mínimo 2 imagens). Entregar dia 20/05 – para Michele Riveli
•Data, horário de sua participação, tbm terá direito a um certificado.

VM - MÉDIO ORIENTE E A MODA

Médio Oriente já é considerado um dos melhores mercados consumidores de artigos de luxo do mundo. Os negócios prosperam e as grandes marcas e complexos do sector estão, cada vez mais, a incluir países do Médio Oriente nos seus planos de expansão.
A luxuosa loja multimarcas Villa Moda Lifestyle - fundada pelo Sheikh Majed Al-Sabah, um dos maiores impulsionadores da moda no Médio Oriente - é um exemplo disso e tem mostrado óptimos resultados em todos os países onde está presente: Dubai na Arábia Saudita, Damasco na Síria, Doha no Qatar, três espaços no Kuwait e agora também no Bahrain, pequeno estado do Golfo Pérsico.Nos espaços Villa Moda Lifestyle estão presentes apenas grandes marcas de luxo, como Gucci, Hermès, Louis Vuitton e Fendi. Bahrain foi escolhido para a construção da nova loja por ser uma das "pérolas" do Golfo Pérsico e um país aberto ao turismo.

O design de interiores da nova Villa Moda é da autoria do designer holandês Marcel Wanders, que se inspirou na “alma”, criando uma mistura de culturas repleta de detalhes surpreendentes. O interior é profundamente padronizado e inclui manequins com espelhos no lugar das cabeças. “A alma é uma concentração de inovação e tradição, diversidade e intimidade. Perdemo-nos em passagens labirínticas e encontramo-nos novamente. Desenhámos a Villa Moda no Bahrain como uma Babel internacional de moda.” A construção da nova unidade Villa Moda mostra a força da economia nos países do Médio Oriente, que dentro de alguns anos se tornarão nos melhores destinos para o turismo de luxo. http://dailymodalisboa.blogspot.com/

Abertura da exposição Home Sweet Home, quarta dia 22

Abertura da exposição Home Sweet Home, quarta dia 22.
ARTISTAS EM ACERVO: Alfredo Hisa, Alex Josias, Alexandre Cardinal, Alexandre Herchcovitch, Andrea Berriel, Amaury, Bertha Eunice Bergamaschi, Bertier+Morozini, Brunel Galhego, Calebe Simões, Camila Macedo, Clovis França, Cristiano Madureira, Daniel Athayde, Daniel Malva, Danilo Blanco, Denise Adams, Douglas Garcia, Fernando Laszlo, Fernando Sommer, Guto Lacaz, Hildebrando de Castro, James Kudo, Junior Suci, Marta Oliveira, Monica dos Anjos, Nazareno, Paulo Bega, Quinta-feira, Renato De Cara, Roberto Wagner, Rogério Cavalcanti e Ronaldo Camelo.

PESQUISA, CRIAÇÃO E ESTILO: Projeto Moda e Literatura 2009 ( internacional)

Projeto Moda e Literatura 2009 ( internacional)
-Total: 19 looks

legendas: azul = ok vermelho = no caminho verde = buscar propostas, sem aprovação do look

ENTREGA DO BOOK, ROUPA E RELATÓRIO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR: NOITE: 26/05 MANHÃ: 29/05


1. O Amante de Margueritte Duras – Ed. CosacNaif ( turma manhã) grupo: Michelle Gomes, Miriam, Simone Pires, Paula e Viviane. Look Aprovado, direcionado.

2. Ligações Perigosas ( turma manhã)Grupo: Claudiana Cardoso - líder - Jésica Caran e Luiza Aragusuku. Look aprovado, direcionado, em fase de confecção

3. Hamlet (turma manhã)Grupo: Michelle Líder - Stephane Tomani , Mariane Costa, Maria Renilde, Tammy. Look aprovado, em fase de confecção

4. A Insustentável Leveza do Ser (turma noite)Grupo:Thaissa Santana ( Líder), Mônica Acalá, Priscila Ferreira, Renata Gomes, Vaine Quessi.Look aprovado, em fase de confecção

5. Um bonde chamado Desejo ( turma noite)Grupo: Vania Carolina líder, PAtricia moises, Letícia de Andrade, Joyce Martinez, Alessandra de Campos, Aline Tassia. Confirmar o look final para ser aprovado

6. Lolita de Vladimir Nabokov ( turma noite)Grupo: Aline Cristina - líder- Amanda Gimenes, Maiane Rosa, Raphaela Saiki, Rebeca Maia. Look aprovado, em fase de confecção

7.Orgulho e preconceito ( turma manhã)Grupo:Katia Zancra, Leticia Solér, Luciane, Bianca, Yasmini. Look aprovado, em fase de confecção

8. O garoto de pijama listrado (turma noite)Grupo: Ingrid Kelly, Vania Brito, Vanessa Braga, Nátalie Emanuelle. Look aprovado, em fase de confecção

9.Laranja mecânica ( turma manhã)Grupo: Leonor - líder - Fabiana Amorim, Priscila Severino, Aline Sargasti, Daiane Ribeiro. Look aprovado, em fase de confecção

10.Morte em Veneza ( turma manhã)Grupo: Gabriela Lopes Líder - Mariana Alves, Danielle Novoa, Renata Ciaramicoli, Cezar Andrade. Look aprovado, em fase de confecção

11.Budapeste ( turma noite)Grupo:Bruna Ayane, Priscila De Mileie, Raquel Garcia, Rafaela Peres ( líder), Tathiana Ferraz. Look aprovado, em fase de confecção

12. As Horas ( turma noite)Grupo:Débora Eusébio líder - Cyntia Nakasuga, Laís Shneide, Camila Carina, Célia Maria, Débora Eusébio. Look aprovado, em fase de confecção. PESQUISAR A GAIOLA.

13. O Perfume ( turma Noite)Grupo:Ariadne Sanches - lider- Endily Sanches, Jéssica Harumi, Liliane Pires, Patricia Kenik. Confirmar o look final para ser aprovado ( ALERTA). Não foi apresentado na aula do dia 14/04 a nova proposta de look.

14. Ensaio Sobre a Cegueira ( turma noite)Grupo:Ana Bueno - líder - Mariane Bellanda, Miguel Jr, Tânia. Look aprovado, em fase de confecção, NÃO ENTREGOU O RESUMO DO LIVRO

15. Penélope (turma noite)Grupo: Bruna Furlan - líder, Renata Maia, Stella, Vanessa de Gusmão. Confirmar o look final para ser aprovado- A SAIA

16. O leitor (Turma noite)Grupo: Alessandra Horrocks - líder, Maria Carolina, Nicole P., Renata. Confirmar o look final - PESQUISAR O TECIDO E OS BILHETES

17. Orlando (turma noite)Grupo: Augusto, Gabriela, Lara Ribeiro, Marcos Mansan (líder), Thais Modesto. Look aprovado, em fase de confecção

18. O Primeiro Amor Ed. CosacNaif( turma noite)Karina, Pamela, Silvana, Laura, Daniele
Look aprovado, em fase de confecção -PESQUISAR MATERIAIS DO ACESSÓRIO DO AMOR

19. O Amante de Margueritte Duras por Rubia. Confirmar o look final para ser aprovado

PRODUÇÃO DE MODA II: ( NOITE TURMA A) SEMINÁRIOS DESFILES E FILMES

22/04 •GRUPO 7:Sharon Wauchob - priscila e aline •GRUPO 8: Hiroko Koshino - AGATHA
29/04 NÃO HAVERÁ AULA
06/05GRUPO 9:ALEXANDER MCQUEEN -gisele e cecília •GRUPO 10:HUSSEIN CHALAYAN - ana paula e elaine
•13/05 GRUPO 11:Maison Martin -erika e aline • GRUPO Sophia Kokosalaki -tábata e carol •GRUPO 13: BEATRIZ
•20/05 •GRUPO 13: Josep Font - ivanildes e tatiane e GRUPO 14: Stella McCartney edmar e carol.
27/05 - aula, avaliação das apresentações.

PRODUÇÃO DE MODA II: ( MANHÃ) SEMINÁRIOS DESFILES E FILMES

22/04 •GRUPO 7:Sharon Wauchob Lília •GRUPO 8: Hiroko Koshino bruna e natália
•29/04 – NÃO HAVERÁ AULA
06/05GRUPO 9:ALEXANDER MCQUEEN déboRa e michele e •GRUPO 10:HUSSEIN CHALAYAN betina e talyta e GRUPO 7:Sharon Wauchob meire e jéssica ( valendo 7)
•13/05 •GRUPO 11:Maison Martin Margiela luiz e dalva • GRUPO 14: Stella McCartney bianca e adriana
20/05 GRUPO 12: Sophia Kokosalaki tati e marta e ORIENTAÇÕES DOS TCC – SEGUNDO TEMPO TCC – SEGUNDO TEMPO
27/05- Avaliação, aula, retorno

PRODUÇÃO DE MODA II: ( turma noite - B) SEMINÁRIOS DESFILES E FILMES

22/04 •GRUPO 7:Sharon Wauchob -daniella e fabiana •GRUPO 8: Hiroko Koshino - Guilhermina e marcela
OS ALUNOS DEVERÃO CONTINUAR NA SALA ATÉ 22:30H•GRUPO 5:JOHN GALLIANO - jaqueline e karen ( VALENDO 7) •GRUPO 6:COMME DES GARÇONS - quézia e lya ( VALENDO 7)
29/04 - NÃO HAVERÁ AULA
•06/05GRUPO 9:ALEXANDER MCQUEEN -camila e nataly •GRUPO 10:HUSSEIN CHALAYAN - lidiana e ana carolina
•13/05GRUPO 11:Maison Martin -janaina • GRUPO 12: Sophia Kokosalaki - fernanda •20/05 •GRUPO 13: Josep Font - tamy e Kelly GRUPO 14: YOHJI YAMAMOTO - ivy e cecilia
27/05 - Retorno das apresentações, aula, entrega da atividade complementar o filme.

AVALIAÇÃO CONTINUADA- FMU

PRAZO FINAL PARA FECHAMENTO E LANÇAMENTO DE RESULTADOS DA AVALIAÇÃO CONTINUADA
04 à 08/05/09


PROVAS DE DEP/ADAP
PROVAS SEMESTRAIS PRESENCIAIS DISCURSIVAS (ZERO A 10,0)
18/05/09 à 22/05/09
Coincidente (sábado)
23/05/09
Provas de Reavaliação
22/06/09 à 26/06/09

PROVAS NORMAIS DO SEMESTRE
Provas Semestrais
25/05/09 à 05/06/09
Última data para requerer 2ª Chamada e recolher taxa.(não haverá prorrogação dessa data)
08/06/09
2ª Chamada das Provas Semestrais (com os respectivos professores)
15/06/09 à 19/06/09Horário normal de aulas
Vistas de Provas
15/06/09 à 19/06/09
Provas de Reavaliação / Exames Finais
22/06/09 à 26/06/09

PROGRAMAÇÃO PÓS-AVALIAÇÕES
Prazo Final para os Professores Entregarem as Provas de Reavaliação Corrigidas.
29/06/09
Encerramento do Semestre
30/06/09

domingo, 19 de abril de 2009

EXPOSIÇÃO DOS EDITORIAIS - 2009 - 07/05 ATÉ 29/05

Foto de Daniel Malva

MODOS DA MODA - Exposição de editoriais de moda inspirados no cinema

A exposição entra em cartaz dia 07 de maio, na Reserva Cultural, com uma seleção das melhores fotos dos ensaios fotográficos produzidos por alunos de cursos de Gestão e Criação em Moda da UNIFMU. A Coordenação do curso é da professora Romy Tuttia.

Estudantes e profissionais da área de Moda se unem para trazer a público este material fotográfico, resultante dos estudos e pesquisas da disciplina Produção de Moda ministrada pela professora Jô Souza. O universo do cinema foi escolhido por seu imenso e diversificado repertório de imagens, símbolos e idéias.

A exposição tem como objetivo trazer visibilidade à qualidade dos trabalhos executados pelos alunos e salientar a importância da mídia editorial para a área da Moda, meio este que vem se destacando como ferramenta de comunicação de diversas marcas do setor.

A Reserva Cultural, que abriga a exposição, é reconhecida como espaço de cinema e integração social, oferecendo a seus freqüentadores uma programação alternativa de alto nível.

A exposição estará à mostra do dia 07 de maio a 29 de maio de 2009, das 10h00 às 23h00, gratuitamente.

O espaço se localiza em São Paulo, na Avenida Paulista, 900, entre as estações Trianon-Masp e Brigadeiro do metrô.

sábado, 18 de abril de 2009

MODA E CIDADE: AV. PAULISTA POR CESAR

A Av. Paulista pelas lentes de Cesar.
Um olhar investigativo e sensível.
SP é um simulacro de várias cidades, pedaços, recortes lembranças. Uma colcha re retalhos, cosmopolita, agressiva, apaixonada. Aqui, podemos tudo ou não podemos nada.
Entre aqui: http://snapinsp.blogspot.com/

terça-feira, 14 de abril de 2009

SALOMÉ

Divercine exibe o longa espanhol Salomé Musical de Carlos Suara que, por meio da dança narra o drama da personagem bíblica, vai ao ar nesta sexta-feira, na TV Cultura O Divercine, da TV Cultura, apresenta nesta sexta-feira (17/4), às 23h40, o longa Salomé (Espanha/2002). Dirigido por Carlos Saura, o filme mostra o processo de criação de um espetáculo teatral baseado na história bíblica de Salomé, João Batista e o rei Hedores. A obra, que foi concebida inicialmente para ser apresentada apenas no palco, surgiu a partir da colaboração de Saura com a dançarina e coreógrafa espanhola Aida Gomez, que faz o papel-título.
Dividido em duas fases — a preparação para a encenação de Salomé e a peça propriamente dita —, o filme começa como um documentário, apresentando o processo criativo e às escolhas que integram à encenação, quando aparecem Aída Gomez e Javier Toca, o bailarino que faz o papel de João Batista.. Durante os ensaios, o diretor passa instruções aos bailarinos sobre como devem se comportar em cena, enquanto cinegrafistas e iluminadores trabalham simultaneamente. Salomé ganhou o prêmio Goya de Melhor Canção Original e o prêmio de Melhor Contribuição Artística, no Festival de Montreal. O elenco é formado por Aída Gómez, Paco Mora, Javier Toca, Pere Arquilluré e Carmen Villena.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

ESTUDOS DO CORPO: Nicola Costantino



Es una artista rosarina reconocida en todo el mundo. Eso se sabe. Pero lo que poca gente sabe es que Nicola Costantino es fanática de Lost y enamorada incondicional de Quentin Tarantino. Visitamos el taller de la artista y le preguntamos sobre el cine que ama y el que odia.x Cynthia Sabat / Foto x Luis Sens¿Cuál es el cine que te formó?Lamentablemente no viví en un ambiente propicio para la cinefilia. Hasta los 30 años viví en Rosario, y hasta los 20 vivimos en la dictadura. Cuando entré en la Facultad de Humanidades y Artes, con la apertura de la democracia, comenzaron a aparecer muchos cineclubes, y con ellos esas películas intelectuales que ves durante la época de la facultad. Lo primero que vi en mi vida que se parecía al arte contemporáneo, y que no sabía qué era pero me dejó totalmente atónita, fue The wall. Nunca fui una gran cinéfila, y ¡creo que me perdí de algo! Lo mismo con la música, ¡tengo una deuda muy grande!Y de cuando eras chica, ¿qué películas recordás?Me acuerdo que íbamos mucho al cine con mi papá y veíamos películas que hoy son clásicos, y mucho cine catástrofe. También veía los noticieros de El mundo al Instante.A mí me gusta mucho el cine de terror de cualquier tipo, ¡el bueno y el malo! Cuando voy al videoclub y no sé qué alquilar, alquilo alguna de terror. Soy socia de Mondo Macabro.¿Hay alguna película que te haya marcado?Sí, a veces fueron películas que no necesariamente eran buenas. Yo las miro desde mi perspectiva, desde mi sensibilidad, y si encuentro algo que me gusta y me toca, es buenísimo. Una película que me impactó mucho porque tiene que ver conmigo es La fiesta de Babette, que es una buena película. Lo que encontré en ella es una poética, una visión, una mirada del artista. Lo más importante de ella, para mí, es que la protagonista hizo esa cena porque era lo que más deseaba, se trataba de cumplir con su deseo. La relación entre el costo y el beneficio perdía toda importancia. El nivel del costo no interesa en lo más mínimo aunque sea muy alto. A mí eso me llevó a reflexionar sobre el arte en general. No era consciente todavía de que eso era la sensibilidad del artista, quizá me di cuenta mucho después.¿Y qué alquilás cuando alquilás?Cosas bien pasatistas, como las series. Soy muy fanática de Lost. Después de verla no me banco ciertas películas que me parecen lentas, pesadas. Me parece súper inteligente. Creo que con Lost le han hecho honor a lo popular, a la televisión y al cine masivo. Por otro lado, hay una nueva generación de cine coreano que es muy interesante. Lo mejor que vi últimamente fue The host. Me pareció que tiene mucho humor, mucho sarcasmo. Y mucha plasticidad, es muy estética. El concepto de ese monstruo es muy bueno. De ese mismo director vi varias. También me gustó mucho Historia de una pasión. Es la vida de la fotógrafa Diane Arbus, cuya obra me interesa mucho. Tiene algo que ver con mis obsesiones. Es una película mala pero me encantó.¿Hay algún director de cine que te parezca que tenga mucha relación con lo que vos hacés como artista?Hay algunas cosas que me gustan mucho que quizá no se reflejan en lo estético. Por ejemplo, lo que me gusta de Tarantino es cómo utiliza la violencia como un lenguaje, de una manera que no la utiliza nadie. Estoy viendo otra cosa cuando veo las escenas de violencia, que son muy cargadas. Lo que ves es una caricatura de la violencia, no la ves en forma directa. Pulp fiction te cambia algo cuando la ves. También me gusta Kill Bill, y True romance, que es muy graciosa. No me gusta la solemnidad y me parece que él es muy poco solemne. Desmitifica muchas cosas, las ridiculiza, es casi como una falta de respeto. Eso es lo que me encanta de Tarantino: ¡me gustaría ser un poco así!Si se hiciera una película sobre tu vida, ¿quién sería el director y quién la artista?Si tengo que elegir quedarme con una sola cosa, sería con la escena del ojo de Un perro andaluz, tengo muchas ganas de hacer algo con esa escena. Lo haría en video. Si tengo que hacer algo que tenga que ver con el cine, y que sea una obra mía y que sea una cita, me gustaría hacer eso. ¡Me encanta esa fantasía de hacer una película protagonizada por mí sobre mi vida! Me gustaría que sea algo muy raro, muy especial, como un videoarte. Si por alguna razón tuviera que elegir a una actriz, sin dudas elegiría a Maria de Medeiros… ¡dicen que nos parecemos mucho!





MIS PREFERIDAS:





1El Joven Frankenstein (1974)2. Pink Floyd The Wall (1982)3. La fiesta de Babette (1987)4. Brazil (1985) 5. Mulholland Dr. (2001)6. Crash (1996)7. Pulp fiction (1994)8. Kill Bill II (2004)9. Before sunset (2004)10.The host (2006)

Outlet de luxo estreia em SP

Grifes consagradas a preços baixos estão no Outlet Premium Outlet de luxo estreia em SP
Descontos entre 40 e 80% serão oferecidos no centro de compras, que se baseia em conceito consolidado no mundo inteiro: concentrar lojas de ponta de estoque de grife. As peças, de marcas brasileiras e estrangeiras, são selecionadas com rigor e algumas são classificadas como luxo.
Já com 70% das lojas alugadas e estreia prevista para o dia 25 de junho, o conglomerado situado no quilômetro 72 da Rodovia dos Bandeirantes, em Itupeva, dispensou elevadores e escadas graças a sua implantação plana. Restaurantes, praça de alimentação, área de lazer para crianças e estacionamento gratuito com 1.200 vagas fazem parte do conceito, ainda inédito no país.
O Outlet Premium São Paulo reunirá sob o mesmo teto lojas de ponta de estoque da 2nd Floor, Armani, Calvin Klein, Diesel, Ellus, Isabela Capeto, Lacoste, Nike, Rip Curl, entre outras. Cada loja terá aproximadamente 200 m² de área. O custo das lojas neste ponto, longe do centro paulistano, chega a ser 70% menor, o que contribui para a redução dos preços. Veja no mapa abaixo a provável localização do Outlet Premium: Exibir mapa ampliado
Núcleo de Pesquisa e Comunicação/UseFashion Colaboração: Eduardo Pedroso

A construção dos estilos femininos do Inverno 2010 está muito bem demarcada entre três vertentes, alinhadas perfeitamente com os conceitos de Mobilidade, Encadeamento e Extraordinário. Tais conceitos ganham forma ao serem transpostos para os estilos já existentes em outras épocas: Rebelde, Erudita e Poser, e que hoje servem como referência para o que virá.



Mobilidade – Rebelde Três diferentes manifestações de contestação se agrupam para representar grupos formados durante as últimas décadas. Do movimento punk, a agressividade do preto e dos metais é incorporada. Do rave, cores alucinógenas propiciam a liberdade de mistura de estampas. Do grunge, adapta-se a melancolia com tricô amplo e remodelagens poéticas.
EncadeamentoEruditaAproximando-se ao segmento de luxo, os anos 1940 são enfatizados através da boa costura como forma de status, mas sem cair na linha conservadora. Fundamentada na alfaiataria, com discreta base ecodesign, ao resgatar elementos do passado o ritmo e o volume de produção apontam para a aura de exclusividade do produto.
Extraordinário Poser Focada no glamour distante e no desejo por experimentações e excessos, esta Megatendência não opõe nenhuma forma de contenção à atual crise mundial. Com muito brilho e pitadas futuristas, o exuberante e afetado da década de 1980 é repaginado através da artificialidade dos materiais e nas estruturas geometrizadas da modelagem em silhuetas ajustadas. Núcleo de Pesquisa e Comunicação/UseFashionColaboração: Eduardo PedrosoFotos: UseFashion

domingo, 12 de abril de 2009

sábado, 11 de abril de 2009

MODA E LITERATURA: PESQUISA, TEXTURAS, TECIDOS


NOVO NOME DA MODA: Dercanin

Balmain Primavera-Verão


Balenciaga é moderno demais, Lanvin ficou “atelier” em demasia e Chanel muito burguesa depois que o novo nome da moda surgiu. Quem é ele? Christophe Decarnin, o estilista que assumiu a maison Balmain, em 2006. Exagero à parte, este francês de 44 anos em apenas quatro coleções à frente da tradicional grife já é considerado o novo nome da moda internacional. A grande cartada de Decarnin foi questionar a moda atual, que estava muito elitista. Decarnin volta seu olhar para as ruas, coisa que a alta moda não fazia desde os anos 90. Sua mulher é jovem, rebelde, energética e quer seduzir. Quem não se identifica com uma heroína dessas? Tudo isso com uma pitada de irreverência kitsch, com cara de anos 80.

SPFW- 2009 -junho


Se você está pensando no que quer usar no inverno, tem gente que já está pronta para o verão 2009/10. É que o mercado nacional já está divulgando temas e datas para a próxima temporada. Enquanto a Casa de Criadores não define sua data, quem abre o calendário é o Fashion Rio. Os desfiles vão ser na Marina da Gloria entre os dias 7 e 12 de junho. Em seguida, no dia 17, começa o São Paulo Fashion Week.
O evento vai até 23 de junho na Bienal do Parque Ibirapuera e, desta vez, vai fazer parte do calendário oficial do “Ano da França no Brasil“. A idéia é falar de paixão e ter muitas atrações sob a temática francesa dentro do contexto de moda e cultura. Já está certo o lançamento da versão em português do livro “História da Moda”, de Didier Grumbach, que é hoje presidente da Federação Francesa de Alta Costura, Prêt-à-porter, dos Costureiros e Criadores de Moda. Grumbach também confirmou uma aula-palestra exclusiva para convidados.

ESTUDOS DO CORPO: CINCO SENTIDOS DA MODA


Audição: Ouça a moda como cultura, comportamento, história e conselhos. Pois ela é música em todos os gêneros;
Olfato: a Moda em todos os sentidos exala cheiros diversos, no qual sua personalidade irá captar o melhor dele para você;
Paladar: tenha fome de aprender com quem você é e o que quer usar, tenha fome de querer o melhor da moda e exigir isso;
Tato: pegue, sinta, aprecie, toque em todo o tecido, todo o produto e faça daquilo o momento de toque íntimo seu;
Visão: Importante, você aprende e mostra-se para o que você vê. No mundo somos observados e vemos a tudo ao nosso redor, a moda é mais que isso ela observa tudo e todos e depois é analisada e observada para ver se cumpriu seu papel bem.

A Danceteria Sustentável

O conceito criativo da danceteria sustentável surgiu em Rotterdam em 2005. A partir de um estudo que revelou que os jovens tem interesse em causas ambientais, arquitetos e inovadores em sustentabilidade, desenvolveram este projeto que consiste em soluções inovadoras para danceterias e fetivais, à fim de provar que uma vida sustentável também possibilita diversão e entretenimento.
O principal item desenvolvido foi a pista de dança sustentável, inaugurada em sua primeira versão em 2006. Ela é a primeira do gênero que captura a energia das pessoas dançando.
A pista de dança é uma fusão de eletronicos, softwares integrados e materias inteligentes e duraveis. Consiste em módulos de 65 x 65 cm. Cada um deles faz um movimento vertical de aproximadamente 1 cm enquanto as pessoas dançam.
A energia produzida pelos movimentos é convertida em eletricidade, por um motor elétrico, que faz a pista de dança reagir de maneira interativa com cada uma das pessoas dançando sobre ela. Ao acender as lâmpadas de led em seu interior de acordo com a quantidade de energia produzida as pessoas se tornam conscientes da energia que são capazes de produzir e acompanhando isto, todos se incentivam a dançar mais.
http://www.ambientebrasil.com.br/blogab/?p=243
Cada pessoa tem a capacidade de produzir de 5 à 20 watts dependendo de seu peso e ritmo de dança.
Toda essa energia também pode ser vista em um medidor de energia que fica na parede. O medidor tem formato de uma bateria que deve ser completada para atingir o nível máximo. Quanto mais as pessoas dançam mais rápido o medidor se completará.
Uma nova versão está sendo desenvolvida para outras aplicações como academias esportivas, estações e aeroportos.

ESTUDOS DO CORPO: Botero Punk Fashionista

Lara Gerin
Precisamos ser magros para ser felizes? Podemos exibir alguns quilos a mais e conseguir estar na moda? Nosso corpo existe por uma determinação genética. Existem três tipos diferentes de formatos de corpo: Ectomorfo (magros, altos, pernas e braços compridos musculatura frágil e difícil de ganhar peso), Mesomorfo (mais bem dotado geneticamente, mais simétricos, melhor postura, musculatura grossa, estrutura robusta) e Endomorfo (formas redondas, braços relativamente curtos em relação ao tronco em contraste com a maior largura de ancas e ombros). Junte tudo isso a um mundo globalizado, moderno, cheio de pressões, depressões, fama, desemprego, talento, decadência, ponha tudo num liquidificador e temos uma vida bem difícil, sem tempo e sem memória para manter qualquer um 100% saudável e satisfeito com sua própria genética.
Pois muito bem... Muitas revistas e programas de televisão geralmente nos mandam mensagens sugerindo que beleza é igual magreza. Esse paradigma “hollywoodiano fashionista” não vale de nada para umas das mais recentes sensações da música norte americana: Beth Ditto. Com seus 97kg de pura safadeza, atitude “hiperlocona”, lésbica de carteirinha e droga “ditta”, a fofa não está nem aí para seu “panceps” flácido e pregueado. O lance dela é liberdade de expressão e que se exploda o resto. Isso a torna o mais novo símbolo de sensualidade do mercado. Seria isso a nova visão Botero punk fashionista?
Atualmente vemos que mulheres de peso vêm ganhando prêmios, capas de revista, mas vemos alguém defendendo o direito de ser um gordinho(a) saudável, sua inteligência e suas vontades? O corpo de cada pessoa é diferente, nenhum é melhor do que o outro, e ninguém tem de ser magro pra ser feliz. Temos de aceitar o corpo que temos e fazer escolhas que nos mantenham saudáveis.
Toda essa paranóia sobre peso vem muito da indústria hollywoodiana e da moda, onde todos têm de exibir uma “hiper-mega-surreal perfeição” para ser uma atriz famosa ou uma modelo de sucesso. Falo no feminino porque sempre ocorre entre as mulheres. É muito pouco provável escutarmos que o Brad Pitt está anoréxico ou gordo, não é mesmo? Quando isso acontece, geralmente eles se forçam a engordar ou emagrecer, como num piscar de olhos, para encarnar um personagem que tem tais características. Mas, quando acontece de algum deles engordar ou emagrecer demais, a grande massa encara isso como decadência. Que tristeza!
Por que as mulheres, seres que querem se mostrar superiores, deixam se levar por essa atitude tão idiota? Não é surreal alguém que visualmente está definhando de anorexia se olhar no espelho e achar que está obesa??? Que droga ela anda tomando que alucina nessa viagem do mal? Ou uma pessoa comer até o ponto de explodir achar que depois é só dar uma vomitadinha que tudo vai ficar bem??? Temos vários exemplos de atrizes da nova geração que estão lutando contra esse mal que assombra essa indústria. É só dar um Google para achar milhões de artigos que expõe essas mulheres e seus terrores. De certa forma, é bom que elas estão vindo a público para falar de suas doenças, mas mesmo assim continuamos vendo o problema crescer a cada dia.Vemos também essa mesma indústria, que nos força a uma estética surreal, premiar pessoas com esses “problemas” pelo seu notável talento e ao mesmo tempo nos dizendo nas entrelinhas que se elas fossem magras fariam o triplo do sucesso... O que é isso? Eles realmente vivem nesse planeta? Eu conheço pessoas que acima da média normal desse tal peso padrão têm muita dificuldade de comprar roupas legais, mesmo tendo poder aquisitivo, mas por quê? Por que estilistas renomados não fazem roupas com tamanho acima de 44 ou até 46? Qual o problema de uma pessoa mais corpulenta querer vestir suas criações? Será que eles acham que seria “queimar o filme da marca”? É o que me parece, sinceramente. Eu sempre ouço pessoas reclamando que nunca acham roupas legais no seu tamanho. Isso é ridículo! Façam peças exclusivas ou um número menor. Não seria mais digno pensar na felicidade que o consumo dessas peças trariam a essas pessoas? Afinal de contas, o que importa não é vender?
Mudando um pouco de assunto, mas ainda dissertando sobre o tema gordurinhas, nessa minha viagem à Colômbia percebi que estava na terra de um artista que retrata isso da melhor forma possível. O pintor Colombiano Fernando Botero é um cara que satiriza em suas obras políticos, militares, religiosos, músicos e a realeza. Ele retrata essas pessoas como figuras rotundas e sem movimento assumindo a característica estática. Mas por que ele pintava pessoas gordas? Ele mesmo dizia que não pintava pessoas gordas e que, na verdade, este exagero nas formas, apenas refletia uma preocupação estética e, sobretudo, possuia uma função estilística. Botero era um pintor figurativo e suas imagens eram dirigidas pela realidade, vindas essencialmente de sua memória. Ele não se preocupava em pintar coisas especiais, mas utilizava a transformação ou deformação para transpor a realidade em arte. “O que seria da arte senão deformação da realidade originada por uma inquietude estética, um sentido preponderante da tarefa estilística?”, sublinha Botero num artigo. Seu ideal estético centralizava-se em formas e volumes, um estilo que lhe permitia dar expressão a estas visões. Pintores como Picasso, El Greco, Giotto entre outros, deformavam a realidade para transformá-la em algo diferente. Esta “regra” se transformara em estilo. Porém, a deformação sem um objetivo superior seria uma caricatura ou mesmo uma monstruosidade, o que não acontece na arte de Botero. Sua deformação manifestava um desejo de acentuar a sensualidade da imagem. Não é esse um pensamento muito positivo e que poderia servir de inspiração para essa nova fase do fashion statement em que vivemos?

ESTUDOS DO CORPO


A palavra envelhecer assusta muita gente, inclusive eu. Mas não estou aqui para julgar. Acho válido simplesmente discutir a respeito e colocar a cabeça para pensar em algumas questões. Não tenho nada contra tratamentos invasivos para desacelerar o envelhecimento. Sou daquelas que não tem coragem, ou melhor, ainda não tive a coragem de me jogar neles. A única certeza que temos na vida é que vamos envelhecer e morrer. Tudo que fazemos neste planeta é a história que estamos criando e o legado que deixaremos quando voltarmos ao pó. O fato é: se temos que envelhecer, como fazer com dignidade? Quem são os melhores aliados?
Quando se fala em moda sabemos que tudo está um passo à frente. Os estilistas sempre devem trazer em suas coleções as últimas novidades. Muitas vezes, pela falta delas, eles recriam ou interpretam temas antigos para uma nova e mais moderna visão. Isso nos mostra como a reciclagem é possível e muito bem vinda. Se você tem o estilo daqueles que gostam de roupas antigas e originais, o que chamamos de vintage, você tem os brechós como opção. Mas quando se trata do nosso corpo, ficar velho, vintage, é muito difícil. Mas opções que estão disponíveis para retardar esse processo requerem certos cuidados.
Vemos diariamente a vontade que o ser humano tem de parar no tempo. Com a tecnologia atual bombando e a procura pelas soluções dermatológicas para manter nossa juventude por mais tempo, vemos muitas mulheres e homens destruindo o que minha amiga Manu Carvalho me explicou bem, não somente a carcaça externa, mas sim sua individualidade e personalidade. As celebridades são as primeiras que vemos se rendendo aos excessos. Com isso, podem perder espaço quando começam a ficar umas iguais às outras. No business onde a beleza é o fio condutor, o que conta é o que você é naturalmente, explica Manu.
Na moda se vê bem menos casos de exageros. A geração Linda Evangelista, Christy Turlington, Helena Christensen, Cindy Crawford, Kate Moss, Claudia Schiffer, Naomi (essa nós já sabemos que vem pra cá para fazer coisinhas com médicos e dermatologistas brazucas), entre tantas outras, está envelhecendo bem. Pelo menos a maioria. Algumas dão uma detonada nas drugs e tal, mas mesmo assim continuam belíssimas. Por quê? Porque sabem respeitar seus limites ou o formol delas é tipo incrível? Bom, até pode ser, mas tudo isso é uma combinação de pequenas e respeitosas doses do que está disponível no mercado de beleza e na natureza aliado à prática de esportes, alimentação correta (com acompanhamento profissional, se possível), roupas que acompanham sua idade e disciplina. O lance da roupa é o seguinte: nosso estilo vai mudando conforme o tempo passa e, quando falo que a roupa tem que acompanhar o amadurecimento, é que acho muito esquisito quando uma mulher com certa idade quer se vestir como uma adolescente. Essa discussão tem chão, mas vamos pontuar brevemente o assunto.
Cada ser humano tem o seu limite. O exagero que às vezes as pessoas cometem com o abusivo e compulsivo uso dessas opções parece que é visto somente aos olhos de quem está de fora. Tenho a impressão que as vítimas dessas loucuras não enxergam os efeitos em si mesmas... E que efeitos! Vejam Amanda Lepore, um transexual que recebe atenção por sua atuação como modelo, fashionista e tem veia para os negócios. Já foi o rosto de publicidades da M.A.C., Heatherette (marca badalada que usa sua imagem para as campanhas de roupa e para desfiles da fashion week) e sempre está em trabalhos do badaladíssimo David La Chapelle. A fofa tem até uma boneca inspirada nela. Amanda é sem dúvida uma pessoa importante no mundo da moda.
Desde muito jovem quis se transformar numa mulher, por isso passou por milhões de cirurgias. O resultado é assustador, mas quem está ligando? Ela é o que é pela bizarrice, não é mesmo? Donatella Versace também é uma mulher bem importante na industria e visualmente exagerou geral. É triste acompanhar essa transformação. Já assistiram "extreme makeover"? Gente, é uma loucura! Parece que abriram a porta de um “açougue de gente”. A compulsão pela beleza é tamanha que agem como se não houvesse amanhã e se entregam a qualquer promessa de uma vida nova, num rosto ou corpo novo, de uma maneira rápida e prática, gastando milhões. A maioria dessas intervenções são carééézimas. Michael Jackson que o diga. Lançou moda ainda jovem, mas hoje padece no seu mundo show de horrores.
Jocelyn Wildenstein é outro exemplo de exagero que fugiu dos limites. Essa mulher gastou mais de quatro milhões de euros para ficar "bonita para o marido", mas o resultado... Jesus, que meda! Nada contra, cada um é cada um e faz o que bem entender com seu corpo, mas às vezes é bom lembrar dos limites porque lá na frente, quando o estrago estiver gritando, não vão ter tempo de se arrepender. Muitas vezes não tem mais conserto.
É incrível como existem poucas pessoas que envelhecem sem colocar absolutamente nada no corpo, só com ajuda de alimentação correta, exercícios, cremes, entre outras opções mais naturebas. O poder aquisitivo nessas horas ajuda pencas. Ninguém está livre de resistir aos encantos dessas novas e cada vez mais poderosas invenções. Se usada com parcimônia, os resultados são melhores e eficazes. De qualquer forma, sou da turma que acha que a juventude está dentro de nós, na nossa natureza, no nosso espírito, na maneira que conduzimos nossa vida e não exatamente em uma injeção de botox.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

TOKYO COLLECTION WEEK

Do dia 23 ao dia 29 de março, um total de 37 marcas apresentaram suas coleções para o Outono/Inverno 2009-2010 durante a TOKYO COLLECTION WEEK, evento de desfiles que ocorre durante JAPAN FASHION WEEK, em Tokyo. O evento já está em sua oitava edição, e contou com um total de 20.410 visitantes, e tem por objetivo transmitir a capacidade criativa do Japão para o mundo, atrair a atenção nacional e internacional da mídia e compradores, e conquistar espaço para negócios. Nas coleções apresentadas pelas marcas a inventividade dos japoneses não deixou a desejar; e o jeans, em suas aparições, não fugiu à regra trazendo informações de moda de sobra. Confira nas fotos, as marcas que apresentaram jeans em suas coleções e o perfil do designer de cada uma delas: Marca: MIKIO SAKABE Designer: Mikio Sakabe / Shueh Jean-Fang Perfil: Sakabe graduou-se pelo Royal College of Fine Arts Antwerp com honras em moda em 2006. Ele tem apresentado oficialmente sua coleção de Outono/Inverno 2007-08 na Semana de Moda de Paris (Paris Fashion Week).
Já Jen-Fang nasceu em Taiwan. Encontrou Sakabe quando era estudante na Bélgica e veio para o Japão para lançar a MIKIO SAKABE. Marca: GUT´S DYNAMITE CABARETS Designer: Cabaret Aki / Jackal Kuzu Perfil: Cabaret Aki graduou-se pelo Bunka Fashion College e Jackal Kuzu graduou-se pelo Osaka Mode Gakuen. Juntos, lançaram a marca de roupas íntimas GUT´S DYNAMITE CABARETS, conhecidas pelo estilo sexy, rock, nobre e apaixonado. Sua linha de roupas foi introduzida no Outono/Inverno 2007-2008 na Tokyo Collection Week (Japan Fashion Week em TOKYO). Marca: @Izreel Designer: Kazuhiro Takakura Perfil: Takakura lançou sua marca IZREEL em 2003 e começou a apresentar coleções desde a Primavera/Verão 2008. Atualmente, trabalha como designer em projetos diversificados nacionais e internacionais. Nesta estação, apresenta um mix das três marcas IZREEL, FUCTOR e BIGLIDUE, as quais estão sob sua direção. Marca: Heath Designer: Gentaro Noda Perfil: Nascido em Tokyo e graduado pelo Central Saint Martins College of Art and Design, lançou sua marca de moda masculina ILIAD em 2004, e tem apresentadas seis coleções por temporada desde então.
Em 2007, sua marca de moda masculina HEATH foi lançada e sua coleção de Primavera / Verão foi apresentada em Novembro do mesmo ano. Sua coleção anterior, a de Primavera / Verão, foi apresentada no Tokyo Fashion Week (Japan Fashion Week em TOKYO) em Setembro de 2008. Marca: LESSTHAN Designer: Ohal Ando Perfil: Ando lançou a DOPPEL GANGER com um amigo em 1997, e participou da Tokyo Collection em 1999. Em 2006, sua marca de moda masculina, lessthan foi apresentada na Tokyo Collection. Após participar ativamente de exibições pelo mundo ele mudou-se novamente para Tokyo em 2007 e lançou sua marca de moda masculina, less than zero. As marcas foram unidas sob o nome ILESSTHAN. Marca: Né-net Designer: Kazuaki Takashima Perfil: Takashima graduou-se pela Bunka Fashion College em 1994 e juntou-se a Issey Miyake em 1996. Ele lançou a Né-net pela indústria A-net Inc. em 2005 e participou da Tokyo Collection Week Primavera / verão 2006 (Japan Fashion Week em Tokyo). Em 2006, ele ganhou NEWCOMER´S PRIZE (prêmio destinado à novos talentos da moda) que aconteceu na vigésima quarta edição da competição MAINICHI FASHION GRAND PRIX. Em 2008, a Né-net abriu sua ´flagship store´ em Tokyo, Daikanyama. Por Vivan David

MATTHEW WILLIAMSON PARA H&M




As imagens dos primeiros modelos da colecção Matthew Williamson para a H&M, que estará disponível nas lojas a 23 de Abril, já foram reveladas e não desiludem os fãs do designer: muitas cores, cortes sensuais, um chique étnico e um toque de folk rock. Matthew Williamson apresenta estampagens de pavão em vestidos, cardigans e acessórios. Casacos com zips, coletes sem mangas e cintos em pele ornamentados com tachas também integram a colecção, assim como um vestido tulipa fuchsia e um tailleur de calças e casaco azul eléctrico. “Quis criar uma colecção urbana combinada com as formas e símbolos característicos da marca. Tem sido fascinante pesquisar nos meus arquivos para isolar as peças mais icónicas, e depois retrabalhá-las para a H&M”, explica Matthew Williamson. “A cor é um dos aspectos distintivos do meu estilo. Foquei-me no icónico motivo do pavão apresentado nas minhas colecções para desenvolver uma paleta de azuis e esmeralda. O espírito da colecção é ambicioso e refinado”, acrescentou o designer, que cita como uma das suas peças favoritas um vestido cortado em viés estampado com borboletas, inspirado num coordenado do seu primeiro desfile de 1997. Margareta van den Bosch, consultora criativa da H&M afirma: “Penso que as pessoas vão gostar realmente desta colecção … É muito elegante, mas existem muitas peças que se podem usar de uma forma muito descontraída”. As fãs do designer estão decerto ansiosas que chegue o dia do lançamento da colecção, mas quem perder a primeira edição não precisa de se preocupar. A 14 de Maio será lançada uma segunda edição, com mais peças de beachwear, e pela primeira vez na história das colaborações da H&M com designers, estará à venda em todas as lojas da cadeia sueca.

DESIGNERS DESENHAM ORELHAS PARA MICKEY


Tem o par de orelhas mais iconográfico da animação mundial, é o rato mais famoso do cinema e da banda desenhada. O Mickey Mouse celebrou oitenta anos em Novembro passado e chegou ao mundo da moda. Alguns dos mais conceituados designers de moda da actualidade foram convidados a criar orelhas para celebrar a “Magical Party” – uma grandiosa festa em honra ao carismático rato, que terá a duração de um ano. Luella, PPQ, Henry Holland e Giles Deacon são apenas alguns dos designers que desenharam orelhas para apoiar a festa do Mickey na Disneyland, Paris. A Magical Party abriu ao público no passado dia 4 de Abril e irá incluir uma série de novas opções de entretenimento e atracções que irão decorrer até Março de 2010.As orelhas criadas pelos designers estarão em exibição na loja START, em Shoreditch, Londres, durante o mês de Maio e serão posteriormente leiloadas online em www.buyoncegivetwice.co.uk/events/mymickeyears. As receitas reverterão para o hospital infantil de Londres, Great Ormond Street Hospital.“Todos crescemos com a Disney a influenciar as nossas vidas de alguma forma e por isso estamos honrados por fazer parte da festa do Mickey no Disneyland Resort Paris”, revelou Brix Smith Start, da loja START. “Diverti-me imenso a trabalhar com uma peça de design tão icónica”.O rato Mickey, inicialmente baptizado de Mortimer Mouse, foi criado por Walt Disney em Novembro de 1928, mas quem lhe definiu os traços que são hoje reconhecíveis em todo o mundo foi o desenhador norte-americano Ub Iwerks. Inicialmente, Mickey bebia e fumava, mas face à enorme popularidade que ganhou em pouco tempo, Disney resolveu torná-lo politicamente correcto em 1930. Tipicamente, Mickey aparece com calções vermelhos e sapatos amarelos, numa homenagem à Ordem DeMolay, da qual Walt Disney era membro. Em Portugal, a publicação das bandas desenhadas do Mickey ficou a cargo da Editora Abril.Na história do cinema de animação e da banda desenhada foram criadas outras personagens inspiradas em ratos, mas Mickey é o mais famoso de todos, é considerado o símbolo da empresa Walt Disney, uma referência numa extensa galeria de personagens de animação.NA IMAGEM: Henry Holland na Disneyland Paris para o lançamento da Magical Party do Mickey.



Publicada por ASSOCIAÇÃO MODALISBOA 0 comentários
Área:

terça-feira, 7 de abril de 2009


A Bread & Butter é uma das mais importantes feiras europeias de denim, sportswear e streetwear. Foi lançada em Berlim em 2001 como uma mostra selectiva de marcas contemporâneas de moda e transformou-se rapidamente numa indispensável plataforma de marketing e comunicação. Com o sucesso alcançado nos primeiros anos pela Bread & Butter Berlim, a capital alemã tornou-se num centro de moda jovem e de cultura lifestyle, consolidando a sua imagem de cidade cosmopolita e multicultural.Com o intuito de conseguir uma melhor cobertura do mercado do sul da Europa, a organização da Bread & Butter Berlim estabeleceu, em 2005, um acordo com a Fira de Barcelona para a realização da versão espanhola do evento. A primeira edição da Bread & Butter Barcelona decorreu em Julho de 2005 e superou largamente as expectativas dos organizadores. O evento contou com a participação de 700 marcas de moda e recebeu cerca de 45.000 visitantes durante os três dias, incluindo vários retalhistas e compradores do Japão, América do Sul, Austrália, Rússia e México. O êxito foi tal, que a organização da BBB decidiu permanecer na capital catalã nos três anos seguintes. Agora, prepara-se para regressar às suas origens.Depois da última edição da Bread&Butter Barcelona, Karl-Heinz Muller, director executivo da BBB, informou que a feira de moda mais importante de Espanha iria regressar a Berlim. Esta decisão implica uma grande perda para a cidade de Barcelona, que luta por se manter um ponto de referência para a Moda.O Ayuntamiento de Barcelona e a Fira de Barcelona já reagiram a este abandono, criando uma nova feira de moda urbana mais mediterrânica, sob o nome “The Brandery”. A sua primeira edição realizar-se-á nos dias 7, 8 e 9 de Julho, uma semana depois da Bread & Butter Berlin, e já tem várias marcas conceituadas confirmadas, tais como: Nike, Custo Barcelona, G-Star, Armand Bassi, Tommy Hilfiger e Levi’s. A primeira edição da “The Brandery” foi baptizada como “Fashion Circus” e espera reunir 250 expositores e 10.000 visitantes profissionais.

COMPOSIÇÃO DO BOOK DA ROUPA-POÉTICA

Formato máximo A4 – páginas numeradas- máximo 30 páginas
Capa
Folha de rosto (FMU/ componentes/ ano/ obra)- norma abnt
Imagem do livro/obra
Resumo da obra ( 20 linhas)
Sumário
Introdução
A obra e o autor
Referências de inspiração ( com legenda) – mínimo 20
Referências históricas ( com legenda) – mínimo 20
Referências de estilistas ( com legenda) – mínimo 10
Trechos do livro escolhido decupado
5 construções imagéticas ( uma de cada membro) com referências de textos
5 croquis ( um para cada membro) com frente, costas, laterais e detalhes
Ficha técnica do croqui escolhido (só da roupa escolhida)- frente/costas
Cartela de cores
Imagens pesquisa de tecidos
Imagens de pesquisa de texturas
Imagens de pesquisa de materiais
Imagens de pesquisa de produção de moda ( sapatos, acessórios, make, hair, beleza)
Fotos do processo de pesquisa, criação e execução ( o grupo )
Relatório do líder com relação a cada componente (responsabilidade, envolvimento, criatividade, organização, pontualidade, motivação).
Bibliografia/ Filmografia
CD com o projeto no final
Numeras as páginas do projeto
(fazer revisão textual)
ENTREGA DO PROJETO E DO LOOK UMA SEMANA ANTES DO DESFILE:
· Book final (impresso e colorido) e o look completo (com a produção de moda)
· Um membro do grupo ou aluno da FMU deverá servir de modelo para a prova de roupa. Deverá ter o perfil da obra.
· As roupas-poéticas estarão sujeitas a uma avaliação (criatividade, acabamento) para confirmar se vão desfilar ou não no segundo semestre do corrente ano;
· A cartela de cores será limitada: PRETO – BRANCO – CINZA: (Somente uma roupa-poética terá uma cor diferenciada – a ser escolhida pela professora)
· Os tecidos deverão ser lisos (xadrez em algum caso especial)
· Podendo usar re-tecidos, bordados, estampa e aplicações
· As cores ( fortes) vão aparecer na produção de moda- construção da imagem para o desfile ou/e catálogo.

O LÍDER DO GRUPO
Perfil profissional, organizado, exigente com relação ao grupo. Caso, este não esteja focado no projeto o grupo poderá escolher outro. Fazendo uma justificativa.
Ter clareza nos objetivos traçados;
Incentivar e motivar o grupo
Exigir comprimentos de tarefas
Comunicação com a professora da disciplina PCEI para direcionar o andamento do gupo.
Conseguir perceber a qualidade de cada membro- delegar e cobrar tarefas.
Ser líder não é fazer pelo grupo, mas saber direcionar, delegar e cobrar.
O líder que assumir todas as tarefas e não delegar terá a nota rebaixada

segunda-feira, 6 de abril de 2009

FEIRA DE LIVROS NA USP


Caros, para conhecimento, participam da feira de 50% de desconto que ocorre nos dias 14, 15 e 16 de abril na EACH, as seguintes editoras:
Edusp, Martins Fontes, Brasiliense, Paz e Terra, Editora da Unesp, Imprensa Oficial, Hucitec, Nova Fronteira, Nova Aguillar, Perspectiva, Conrad, Comix, IBEP-Nacional, Via Lettera, Contexto, Cosac Naify,
Editora 34, Aleph, Alameda, Annablume, Polis, IPEA, Globo, Global, Estação Liberdade, Blucher, SBS ...

JIL SANDER ESTÁ DE VOLTA

Jil Sander tornou-se reconhecida internacionalmente na década de 1990, pelas suas criações minimalistas monocromáticas em tecidos luxuosos. Depois de cinco anos de afastamento, a criadora alemã decide regressar ao mundo da moda, não para reassumir a direcção criativa da firma que leva o seu nome, agora a cargo de Raf Simons, mas para ser consultora de design da Uniqlo, a marca japonesa que causa furor entre os jovens de meio mundo.Jil Sander supervisionará as colecções de homem e senhora e a linha de acessórios da Uniqlo, e desenhará uma nova linha de estilo minimalista, que caracteriza tanto as suas próprias criações como o design nipónico. Prevê-se que os preços desta nova colecção, a ser lançada no próximo Outono, sejam similares aos da Uniqlo, que se equiparam aos da H&M, uma notícia que decerto agradará aos fãs da criadora alemã.“Estou em Tóquio para fazer algo completamente diferente. O desafio para mim é alcançar uma qualidade premium numa faixa de preços democratizados”, declarou Jil Sander.A Uniqlo já colaborou anteriormente com criadores como Phillip Lim e Alexander Wang no desenvolvimento de pequenas colecções, mas desta vez a colaboração vai mais além, com Jil Sander a assumir as rédeas da direcção criativa, embora não venha a beneficiar oficialmente do título de directora artística.Jil Sander vendeu 75% da sua firma ao grupo Prada em 1999 e abandonou a sua direcção criativa em 2005, devido a desentendimentos com Patricio Bertelli. Jil Sander era demasiado perfeccionista para Bertelli, que estava mais orientado para alcançar benefícios. A criadora alemã manteve-se low profile desde então, mas actualmente o seu destino parece passar pelo Japão. Em Outubro de 2008, a casa Jil Sander foi comprada pela empresa japonesa Onward Holdings e agora chega a notícia da Uniqlo. Fica a pergunta: Este regresso de Jil Sander poderá significar que a voltaremos a ver à frente da sua marca?

Publicada por ASSOCIAÇÃO MODALISBOA